Comunicação em rede

Comunicação em rede

De 12 a 15 de setembro uma rede de comunicadores engajados está cobrindo o X Congresso Brasileiro e o VI Congresso Latino-americano de Agroecologia junto com V Seminário do DF e Entorno. Os eventos simultâneos acontecem no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília. Cerca de 28 organizações da sociedade civil e coletivos de comunicação acompanham a pluralidade de atividades que  ocupam o pavilhão.

De acordo com Beatriz Domingues, membro da Comissão Organizadora, os comunicadores se organizam num sistema orgânico, partindo de áreas de interesses e afinidades com as temáticas para produzir conteúdo com informação qualificada. A extensa programação fica exposta num parede, onde os “antenas, como são chamados os colaboradores, se espalham pelas salas, corredores, auditórios e visitas técnicas, onde circulam mais de 5 mil participantes do Brasil e da América Latina.

A Mídia Ninja está cobrindo a diversidade de culturas no congresso; a Contag eVia Campesina cobrem os processos políticos e o feminismo, por exemplo. Tem grupo que se dedica às transmissões online via redes sociais;  youtubers,  jornalistas independentes e participantes cobrindo o evento em suas redes. A equipe do evento mantém atualizado o perfil Agroecologia2017 no Facebook, Instagram e Flickr.

Em relação à mídia tradicional, há a cobertura de veículos regionais como NBR, Correio Brasiliense, Agência Brasil, TV Record, entre outras. Além dos comunicadores, este ano os participante podem atualizar o blog colaborativo  e há um espaço de co-criação para construir memórias e conhecimentos do congresso, dando voz à riqueza de pessoas e experiências multiculturias concentradas num só lugar. Aqui, vemos na prática a força de uma comunicação livre e dialógica. Se conhecemos caminhos para produzir, viver e comer, também experimentamos novas formas de comunicar.